Saiba como criar uma landing page em 8 passos!

|

No marketing digital, saber como criar landing page é uma estratégia muito usada e eficaz para converter leads. Esse tipo de página possui todos os elementos necessários para transformar visitantes em potenciais clientes para o seu negócio.

Por apresentarem altas taxas de conversão, as landing pages logo ganham importância estratégica no planejamento de marketing.

Abaixo explicamos melhor o que são, e mostramos como criar landing pages em 8 passos certeiros para alavancar sua empresa. 

O que é uma landing page?

Landing page é uma página de destino, geralmente criada como adicional em um site e utilizada para geração de leads. Ela pode ficar permanentemente no ar ou apenas enquanto durar uma campanha.

Assim como outras estratégias que podem ajudar a elevar a conversão, como os chatbots (embora sejam muito diferentes), elas têm o objetivo de não deixar o visitante, um potencial cliente, sair sem interagir e fornecer um e-mail ou telefone para posterior contato.

Normalmente, no caso das landing pages, são disponibilizados materiais para o lead baixar, como e-books ou infográficos, em troca desse endereço de e-mail ou telefone, por meio de um cadastro.

Desse modo, o lead pode concordar em receber contatos, e-mails marketing ou newsletter depois, o que permitirá manter o relacionamento e fazer o adequado fluxo de  nutrição de leads, para qualificá-los e encaminhá-los a possíveis novas etapas da jornada de compras, até efetivar um negócio.

Agora que você já entendeu melhor o que é e basicamente em que moldes e objetivos elas são criadas, é hora de se aprofundar e entender como criar uma de fato! Continue a leitura!

Por que criar uma landing page?

Além de saber como criar uma landing page, o que vamos te mostrar passo a passo abaixo, é preciso estar bem claro por que fazer isso.

Além da geração de leads, há outros pontos positivos ao se criar uma landing page.

Veja quais são e por que mais investir nisso:

1) Especificidade de assunto

Pense assim: ao entrar no seu site, geralmente um visitante encontra uma grande quantidade de informações ou opções.

Isso pode, por mais que o seu site seja atraente e otimizado, não acionar de imediato uma necessidade de ação por parte dele.

Uma landing page é sempre mais específica e por isso visitantes que já saibam exatamente o que querem ou tenham mais propensão a efetuar um cadastro podem facilmente encontrar esse caminho, indo direto ao ponto.

exemplo de especificidade de assunto
Essa landing page foi criada exclusivamente para o curso de Funil Invertido

2) Viável para qualquer empresa

Independente do tamanho da sua empresa, a landing page é uma opção viável, pois pode ser adicionada ao site e gerar leads pela internet.

Embora não dispense possíveis outras ações de marketing, isso oferece um custo x benefício muito importante para a marca e o alcance do online, sem limites geográficos e alcançando grande número de usuários.

3) Otimização de marketing

Saber como criar uma landing page e usá-la em sua estratégia digital otimiza processos do setor de marketing, pois pode diminuir os esforços para gerar leads e conseguir uma boa lista, específica para seu negócio.

Ao entregar uma base de leads para a área, as landing pages cumprem então um essencial papel nos resultados que a empresa pode buscar, investindo nas próximas etapas.

Isso acelera o trabalho, pois fornece exatamente o que é necessário para prospectar, qualificar e converter o lead em cliente.

4) Controle visual

As landing pages possibilitam também 100% de controle visual e personalização, o que é diretamente proporcional ao engajamento do usuário.

Isso significa que se o seu site tem um layout específico, com as cores, posicionamento de logo e demais diretrizes de identidade visual seguindo sempre o mesmo padrão, a landing page traz mais liberdade para otimização de conversão.

Com ela é  possível inovar e criar um visual totalmente diferente do habitual.

Uma Landing Page pode ser construída usando a identidade da campanha que você estiver desenvolvendo no momento.

Com ela você não fica limitado a seguir o padrão da marca, pois ela será uma página isolada do site.

5) Maior conversão no mobile

Entre os porquês de criar uma landing page também se destaca a capacidade de maior conversão no mobile.

Como hoje em dia grande parte dos usuários de internet utilizam dispositivos móveis para acessar sites e fazer pesquisas, é importante ter caminhos mais diretos, rápidos e chamativos para uma ação.

Isso porque as pessoas às vezes não têm condições ou a mesma motivação no mobile, em que a tela é menor, para procurar por páginas x ou y na hora de navegar. Fica mais difícil de ver tudo de uma vez, de explorar, de manter a atenção.

A landing page, nesse ponto, já aparece de prontidão para isso e gera mais conversões.

Quais benefícios ao criar uma landing page?

Agora vamos abordar os benefícios práticos das landing pages para os negócios, do ponto de vista da conversão e da gestão desse processo

1) Captação via formulários

O meio de captação de leads pelas landing pages é bem simples e o uso de formulários para o cadastro dá vantagens a ela do ponto de vista de redução de custos, otimização e automatização de processos.

É óbvia a desburocratização em relação a meios off line de formulário. A predisposição para responder um rápido formulário pode ser bem maior por parte do público, além de o processamento dessa informação ser bem mais simples pela empresa depois.

2) Segmentação de ofertas

Outra vantagem de saber como criar uma landing page e posicioná-la em uma estratégia de marketing é poder segmentar suas ofertas. O resultado é a otimização da conversão.

Trabalhando com landing page você pode ter uma página para cada produto que queira trabalhar em determinado momento com destaque.

Isso ajuda a filtrar os interesses de seus visitantes quando procuram pelo seu produto nos mecanismos de busca, oferecendo o produto e solução certa para o público certo de uma forma muito mais rápida, direta e assertiva.

Sua empresa torna o processo mais direto e certeiro desse modo. E o público-alvo já identifica logo de cara que sua empresa tem o que ele quer ou pode oferecer algum tipo de ajuda útil e imediata a ele.

3) Segmentação de leads

Do ponto de vista interno, uma vez gerados os leads, a segmentação se torna automatizada, com o uso de ferramentas que sirvam para esse suporte automático de tarefas e separação de informações no marketing.

É diferente de obter uma lista manual e depois ter de separar, cadastrar, organizar e catalogar um a um, para criar uma segmentação de leads adequada.

Com as landing pages isso pode estar integrado a um software de automação de marketing e ajudar sua empresa a ganhar tempo e maior assertividade nesse processo.

Dessa maneira, seus leads são segmentados de acordo com a área de interesse (dependendo da landing page de origem) e até outros critérios que possam ser coletados por meio de respostas rápidas ou de seleção que sejam incluídas no formulário.

4) Insights sobre comportamento

Direta ou indiretamente, com a anuência do consumidor, as landing pages conseguem fornecer indicadores importantes sobre o comportamento ou perfil daquele lead.

O simples fato de ele ter acessado e manifestado interesse por determinada landing em vez de outra já demonstra um pouco daquilo que ele pode estar em busca.

Se responder a alguma pergunta quando preencher o formulário, esse filtro de intenções, necessidades ou dores pode ser maior ainda,

Essa observação ou apuração traz possibilidades para o desenvolvimento  de estratégias cada vez mais focadas no interesse do seu público. E deve ser incluída no planejamento estratégico do seu marketing, indicando caminhos para as próximas ações e investidas.

Elementos de uma landing page

Partindo para como criar landing page em si, vamos primeiro entender os elementos de que ela é composta.

Vou usar a landing page do curso Funil Invertido para os exemplos a seguir.

Veja quais são os principais elementos e sua função:

1) Oferta

O elemento principal de uma landing page é a oferta. Pode ser um contato, um vídeo ou algum infoproduto, como livro digital, infográfico ou até uma planilha, por exemplo, que sirva de modelo para o leitor otimizar algum controle em sua gestão e dia a dia.

Em outras palavras, tem que haver algo para você oferecer assim que o potencial cliente se cadastrar. Ou seja, ela não é só informativa.

exemplo de oferta

2) Título

Uma landing page que atrai logo de início, pelo título é uma garantia de sucesso. Então, coloque as informações principais, como localização, produto e benefício nessa parte.

Exemplo: “Encontre aqui o carro que você precisa para alugar em São Paulo”.

exemplo de título para landing page

3) CTA

Não tem como criar uma landing page que efetivamente converta sem uma boa call-to-action (chamada para ação).

Geralmente composta por um verbo bem incisivo, ela deve deixar claro ao final o que o cliente precisa fazer. Exemplo: “Cadastre-se e baixe grátis nosso guia”.

exemplo de CTA de uma landing page

4) Descrição

A descrição da landing page é o texto que você vai utilizar para explicar sua finalidade.  Procure não se alongar demais. Passe as informações necessárias, sem cansar o seu leitor.

E também na aba de URL torne essa descrição otimizada e rápida, atrelada a suas palavras-chaves, para um bom ranqueamento.

exemplo de descrição de uma landing page

5) Aspectos visuais

Os elementos visuais da sua landing page são as fotos, logotipos, ícones, gifs e até fontes que você utiliza para chamar atenção do leitor.

Seja criativo e selecione elementos de qualidade, chamativos, mas que ao mesmo tempo não tornem a página pesada.

aspectos visuais

6) O formulário de uma landing page

Para saber como criar uma landing page de alta performance, não se esqueça de montar um formulário estratégico.

Colete os principais dados que irão te ajudar a montar sua base de leads, como nome, endereço de e-mail, profissão ou até “como nos encontrou”. E de preferência torne-o de simples e rápido preenchimento.

formulário de uma landing page

Como criar landing page altamente conversível: 8 passos

Para criar uma boa landing page, que seja altamente conversível, você pode seguir algumas recomendações de qualidade. Separamos em 8 passos as principais medidas estratégicas para que o sucesso de sua landing page seja certeiro:

1) Foco em uma única ação

Não deixe seu visitante em dúvida nem insira informações demais que o deixam confuso. Você deve focar os esforços em uma única ação, para gerar conversão rápida.

Por isso, invista em chamadas bem visíveis, objetivas e claras.

Exemplo: “Baixe nosso e-book sobre vendas agora ” ou “Deixe seu contato que em breve entraremos em contato com você!”.

exemplo de focar em uma ação

2) Associação com a origem e localização

Um dos principais fatores sobre como criar uma landing page de forma eficiente é se atentar ao fato de ela ter uma forte associação com a origem do seu lead ou com a localização dele.

Por isso, você deve garantir que isso esteja bem explícito, para gerar a noção de que você tem exatamente o que o cliente precisa.

3) Proposta de valor de uma landing page

Ela deve estar bem clara. O que é que você pretende gerar de ajuda ou resultado na vida daquele lead com o seu material?

É importante que o visitante identifique os resultados que você espera alcançar e que ele também alcançará com aquela ação. Exemplo: “simplifique sua vida e descubra como ser mais produtivo com esses 5 passos!”.

proposta da valor

4) Atributos de sua solução

Em seguida, os atributos de sua solução devem estar em destaque. Se você já demonstrou o valor que pretende agregar à vida de seu potencial cliente com as dicas que irá dar, é hora de evidenciar como sua solução pode se encaixar nesse propósito também.

Mesmo que indiretamente, isso deve estar relacionado ao conteúdo, para que seu cliente entenda a relação entre ela e algum benefício que ele pode alcançar utilizando-a.

exemplo da solução

5) Aposte em copywriting

Copywriting é escrita persuasiva, escrita para vendas e faz parte de saber como criar landing page para boa conversão.

Ela se vale de um conjunto de técnicas que, amparadas, claro, em atributos verdadeiros de seu produto e capacidade de sua solução, despertem o interesse e o senso de urgência e valor na aquisição do seu produto.

Contam desde o uso de adjetivos, verbos e expressões adequadas até o ato de evidenciar características diferenciadas de seu produto que acionem links mentais positivos no consumidor, ajudando-o a se identificar e a desejar a aquisição do produto.

copy em landing page

6) Excelência no formulário e botão de conversão

Procure assegurar em sua landing page a excelência no seu formulário e no botão de conversão, ou seja, onde o cliente vai clicar em si para efetivar aquela ação proposta.

Isso agiliza o processo de decisão dele em torno do cadastro e acesso ao produto que você estiver disponibilizando.

exemplo de botão de landing page

7) Desperte o desejo do visitante  na landing page

Mais uma coisa que faz parte de saber como criar uma landing page de sucesso é saber como despertar o desejo, além de instigar a curiosidade, do visitante.

Para isso, o usuário tem que visualizar aquilo fazendo parte de sua vida em si, inserir a solução em um cenário que lhe cause satisfação.

Por isso, use frases de efeito, aguce a vontade de experimentar e comprovar o produto, oferecendo, se for o caso, até trials (demonstrações gratuitas).

como despertar o desejo em uma landing page

8) Use hierarquia visual

Conhecer boas técnicas de hierarquia visual é imprescindível para você saber exatamente o que destacar em sua página.

O motivo é simples: por mais que uma landing page seja mais direta que o site todo, ainda assim existirão leitores que não vão ver tudo. Por isso, é importante que você use diferentes tipos de fonte para a informação que quer garantir ser vista, ou cores mais chamativas nela.

hierarquia visual

Por fim, vale lembrar que acompanhar e mensurar índices de resultados das estratégias de conversão é importante para direcionar ações. Testes A/B em marketing digital podem ser grandes aliados para aprendizado do que converte ou não e podem ser aplicados às landing pages.

Um exemplo prático é criar duas landing pages diferentes e testar qual delas converte mais. Dependendo do resultado, você pode obter insights importantes sobre qual formato é mais propenso a atrair e converter os visitantes. Poderá inclusive até dobrar a quantidade de leads.

A partir disso, saberá melhor como criar estratégias e páginas que atendam mais às expectativas e também objetivos do negócio.

Gostou desse conteúdo e conseguiu entender como criar landing pages de uma forma muito mais efetiva? Precisa de ajuda?

A Alaska é especialista no mercado e oferece consultorias de marketing digital com foco em tráfego e conversão.

Conheça nossos serviços.