Pare de cometer os 14 erros de lojas onlines e tenha um ecommerce de sucesso

Para ter uma empresa, seja ela física ou online, é preciso antes planejar bastante para alcançar os resultados desejados. Alguns fatores podem contribuir para a sua empresa ter destaque, principalmente, quando se trata de ecommerce.

O segmento é o que mais cresce no Brasil, por isso é preciso aplicar estratégias corretas para sua loja se destacar no meio de tanta concorrência.

Se detalhes como opções de pagamento, um ótimo atendimento e ofertas imperdíveis passam despercebidas, já são motivos suficientes para os visitantes não converterem em vendas.

A taxa de conversões finais em vendas de ecommerces no brasil é de 1%. (dados da Experian Hitwise). 

Portanto, preste atenção nos 14 erros mais comuns que listamos para você e tenha um ecommerce de sucesso.

1) Não ter um planejamento

Esse é o erro mais comum de qualquer tipo de empresa.

Não adianta abrir um negócio por abrir, é preciso investir tempo em planejamento e estratégias.

Ter em mente onde você quer chegar daqui alguns meses e alguns anos é importante para decidir quando deve tomar algumas decisões, como por exemplo aumentar a equipe ou em qual setor investir primeiro dentro da empresa.

2) Não possuir selos e certificado de segurança

Você compraria de um site que você não sabe se é realmente seguro? O seu visitante também não.

Não transmitir confiança para os visitantes é um dos piores erros em lojas online.

ecommerce de sucesso

Para isso, é preciso investir em selos de segurança e instalar o certificado SSL para criptografar os dados do usuário.

3) Não ter uma estrutura para o estoque

É preciso organizar direitinho o estoque e estruturá-lo de uma forma que nunca dê problemas para o seu sistema de negócios.

Vender algo que não tem no estoque ou que vai acabar demorando para entregar é algo extremamente ruim para sua marca: as avaliações negativas vão crescer e sujar a impressão da sua empresa.

4) Ter um site não responsivo

Os usuários podem realizar compras através de diversos dispositivos móveis como tablets e smartphones e não apenas de desktops e notebooks.

Aliás, os acessos em dispositivos móveis representam hoje mais de 50% da web.

ecommerce de sucesso
Não ter um site responsivo é quase como não ter um site!

Por isso é muito importante ter um site que se adéqua a pequenas telas, oferecendo uma boa experiência de navegabilidade: sua taxa de rejeição vai cair demais, e no final terá mais vendas.

5) Produtos sem descrições corretas

As descrições dos produtos da sua loja online precisam ser organizadas e completas, pois só assim o visitante entenderá o que estará comprando. Além disso é importante trabalhar com fotos de alta qualidade e também dos detalhes dos produtos.

Se tiver como produzir um rápido vídeo de cada produto, também garante uma boa experiência de compra para os usuários.

Utilize estratégias de SEO para otimizar os textos das descrições e também para melhorar o ranqueamento de seus produtos nas páginas de buscas do Google.

6) Site lento…

Ter um site que não carrega de jeito nenhum é um fator que faria os visitantes saírem do seu site para nunca mais voltar.

loja muito lenta
Ter uma loja virtual lenta é igual a pagar para perder vendas.

Quando o site é devagar o usuário não perde tempo e desiste da compra.

7) Sem recurso de busca dentro do site

Um dos fatores da taxa de rejeição de um ecommerce ser alta é a má experiência do visitante.

Dentro desse fator está quando o usuário não encontra o que realmente procura.

Portanto, invista num campo de busca no site para o usuário conseguir procurar o que ele precisa.

8) Sem muitas opções de pagamento

Imagina se o usuário entra na sua loja online, compra vários produtos e na hora de pagar não tem a opção de pagamento que ele deseja? É abandono de carrinho na certa!

Por isso é importante oferecer a maior quantidade de formas de pagamento para os visitantes se sentirem confortáveis no momento da compra.

9) Frete muito caro

A possibilidade de pesquisa de preços quando se trata de comprar em lojas online é alta, portanto é importante que o seu preço não esteja muito além do que a concorrência pratica no mercado.

Se o seu frete for maior do que seus concorrentes, com certeza o usuário vai preferir pagar pelo mesmo produto, só que mais barato.

frete muito caro

10) Não cumprir o que promete

Essa é uma dica clara seja no marketing tradicional ou no marketing digital.

Se você não quer ver insatisfação dos seus clientes pelas redes sociais ou nos sites de reclamações, cumpra com o que promete.

Faça as entregas no prazo prometido e se por acaso algum imprevisto acontecer, entre em contato com o cliente para se justificar.

Evite que isso aconteça tendo um relacionamento bem alinhado e organizado com os seus fornecedores.

11) Processo de compra muito longo

Quando uma compra depende de vários cliques, ele acaba virando um processo de compra muito longo e complexo.

Trabalhe para sua loja online ter um processo curto e rápido, onde o usuário consiga comprar facilmente.

Para isso a página de compras não pode conter muitas informações e nem tantas etapas que tornam o cadastro longo. É abandono na certa.

12) Não responder dúvidas e reclamações

Fique atento para responder rapidamente as dúvidas e reclamações de um usuário ou cliente.

Quando você demora para responder a dúvida de alguém, é motivo para esse visitante procurar o seu concorrente para efetuar a compra.

reclame aqui
Você não vai querer essa carinha vermelha… pode apostar!

Se algum cliente reclamar de algum produto ou do seu serviço, certifique-se de respondê-lo imediatamente e resolver o seu problema de forma rápida e eficaz.

Deixe sempre o cliente satisfeito!

13) Não investir em anúncios

Muitas pessoas possuem um ecommerce, mas não investem em anúncios pagos como a rede de busca do google ou google shopping.

É muito difícil para uma loja virtual começar na internet já com uma audiência própria e que resulte em vendas mensais. Sem anúncios = sem tráfego = sem vendas!

Se sua loja não adotar estratégias de marketing de conteúdo, é absolutamente normal que a maior parte do tráfego seja dependente de anúncios.

14) Ignorar os carrinhos abandonados

Abandono de carrinho são normais em ecommerces, mas utilizando as estratégias e ferramentas corretas, você consegue recuperar até 15% de carrinhos abandonados.

No final do mês esses números podem resultar em mais de milhares de reais que seriam perdidos se você não tivesse dado a devida atenção.

Neste artigo sobre ecommerce nos explicamos sobre como recuperamos 40 carrinhos em um mês (salvamos cerca de R$ 2000) para a RP PRINT.

inbound commerce

Pare de cometer os 14 erros de lojas onlines e tenha um ecommerce de sucesso
Avalie o post

Sobre o Autor

Mariana Bueno
Mariana Bueno

Curiosa por natureza. Sedenta por constante inovação e evolução de negócios. Delicadamente desastrada, baixinha com espaço enorme para bons conteúdos e as boas cervejas da vida.

VAMOS INVADIR SEU INBOX!

Os melhores hacks, ferramentas, dicas e novidades do Growth Hacking. Chega aí! 👇