No que você deve prestar atenção ao contratar empresas de Inbound Marketing?

Ninguém mais pode dizer que a experiência de comprar continua a mesma. É claro que todos já estão a par desta nova configuração. Vivemos a realidade digital.

E se o comprar não é mais o mesmo, automaticamente podemos inferir que as estratégias de marketing também tiveram que mudar. Com isso, tivemos no mercado uma alta expressiva no número de agências de marketing oferecendo serviços que hoje são indispensáveis a qualquer negócio.

Estamos falando do serviço de Marketing Digital. Ainda é relativamente novo, e muitas empresas ainda estão se adaptando ao novo estilo de fazer marketing. Às vezes o processo acontece na marra.

No caminho, as empresas precisam encontrar uma agência de marketing digital.

Mas, como identificar uma boa agência? Aqui na Alaska acreditamos na transparência. Vamos oferecer hoje algumas informações e dicas para fazer um raio-x das agências antes de fechar negócio.

Ah, e quando terminar a leitura, pode tirar suas dúvidas com a gente. 🙂

O que é inbound marketing?

Já faz algum tempo que falamos diretamente sobre inbound marketing. Mas nunca é demais rever o que é importante.

Relembrar conceitos chave é bom, inclusive para se reinventar. Revisitar conceitos, e até reaprende-los, faz parte do que fazemos em nosso dia a dia na Alaska.

Dissemos na introdução que tudo muda. Logo, até os conceitos em inbound marketing podem ser alterados. E nós estamos preparados para isso.

Para fazer uma breve introdução, podemos dizer que o inbound marketing é uma estratégia que funciona às avessas do marketing e vendas tradicionais (ou outbound marketing).

Enquanto no outbound marketing os esforços objetivam aparecer o máximo possível, o inbound marketing se interessa em responder aos problemas de indivíduos procurando respostas.

Ferramentas de busca como o Google oferecem informações preciosas para saber o que as pessoas procuram, quais palavras usam, o que querem, afinal.

Tendo essas informações as empresas têm investido em inbound marketing para ser a resposta que as pessoas procuram. Assim acontece, naturalmente, uma “seleção” das pessoas mais importantes para o negócio. Chamamos estas pessoas de leads qualificados, são aqueles com maior potencial para tornarem-se consumidores de produtos e serviços que a empresa vende.

No inbound marketing trabalhamos com a jornada do consumidor, começando com a descoberta do problema até o oferecimento da solução. Chamamos isso de funil de vendas.

Procuramos conduzimos o cliente por uma experiência única com a empresa. Tentamos cultivar um bom relacionamento com essas pessoas através das mídias sociais e de conteúdos relevantes na forma de artigos, vídeos, podcasts entre outros.

Confira aqui nosso guia completo e prático sobre o que é inbound marketing.

Marketing digital e estratégia inbound marketing hoje

Se tomarmos como objeto de análise o papel da internet na vida das pessoas vamos notar 2 coisas:

  1. A maior fonte de informação do mundo é a internet;
  2. e cada vez mais as pessoas interagem por meios digitais.

Diante deste fato só há uma coisa a fazer: adaptar o marketing das empresas a este fato.

Isso significa que o inbound marketing hoje não é apenas mais uma ferramenta do marketing digital. Ele é quase uma cultura que deve fazer parte de qualquer empresa.

É perigoso usar expressões extremas como “tudo”, “nada”, “inteiro”, “sempre” e “nunca”… Mas nós ousamos dizer que a “única” forma preservar clientes atualmente é por meio das estratégias de inbound marketing.

No atual cenário, fica difícil desta verdade. As pessoas querem o que é relevante para elas. Lerão as palavras que respondem a seus questionamentos e resolverão seus problemas. Estão mais interessadas em relacionamento do que propaganda explícita.

A maioria dos leads deseja, inclusive, ter a empresa por perto, aparecendo no feed das redes sociais e na caixa de e-mail. Eles querem saber das novidades, querem comprar de quem mostra como faz, querem comprar com responsabilidade.

Um exemplo: a responsabilidade social vale muito hoje em dia. Essa informação veio dos dados dos mecanismos de busca. Eles mostraram que as pessoas se preocupam e darão preferência para as empresas socialmente e ambientalmente responsáveis.

O investimento em inbound marketing

Talvez a primeira coisa que atraia o empreendedor que quer investir em inbound marketing é o preço. A estratégia custa, em média, 62% menos do que as estratégias de marketing tradicionais.

Mas, um dos problemas de ser uma estratégia relativamente barata é que existe a falsa ideia de que ela é simples. E o pior, de que qualquer um consegue fazer.

Inbound marketing é mais barato sim, mas não se esqueça de que o marketing tradicional é incrivelmente caro!

Já viu quanto custa um anúncio na TV? E 30 dias de um outdoor nas principais marginais da cidade de São Paulo, por exemplo? É impraticável para os empreendimentos médios e pequenos.

A internet tornou a competição mais justa. Tornou o marketing de qualidade acessível a muito mais empresas. Mas a concorrência aumentou absurdamente, inclusive entre as agências de marketing digital. Isso fez a média de preços baixar, o que é ruim para o mercado de agências e especialmente para os clientes.

Há muitas “agências” ruins por aí. Pode acreditar. Fazer marketing digital é acessível, o que não quer dizer que é simples ou que dê pouco trabalho. Muito pelo contrário. Consegue imaginar a quantidade de dados com os quais é preciso lidar?

Por isso é imprescindível identificar a melhor agência e pagar um preço justo pelo trabalho. Um trabalho de qualidade vai custar mais do que a média.

O resultado disso é que o desenvolvimento de uma boa estratégia de inbound marketing traz resultados! Isso é inegável. Aqui no blog nós já publicamos um artigo falando sobre cases de sucesso.

Este outro blog traz 10 exemplos de empresas que investiram em inbound marketing e obtém resultados impressionantes.

empresas de Inbound Marketing

4 dicas para contratar uma agência que é 10!

1) Tenha em mente que você quer resultados

A coisa começa na necessidade da empresa. Do que a sua empresa precisa em termos de marketing digital?

É difícil saber responder a estas perguntas. O ponto crítico aqui, e provavelmente o único que importa para a empresa é: resultado!

Resultados são vendas, novos clientes, fechamento de contratos, uma tribo de seguidores comprando suas novidades, pagando para usar sua plataforma, tomando a sua cerveja… em suma: dinheiro no caixa.

Isso quer dizer que você não quer um site bonitinho. Nem uma série de e-mails legais que seus clientes vão receber semanalmente. Isso não adianta nada se não trouxer resultado.

Desconfie de quem fala demais em coisas espetaculares mas não apresenta dados concretos, não fala de estratégias, não busca compreender suas necessidades.

(…) “você não quer um site bonitinho” foi só força retórica, via de regra um site que traz resultado fica bem bacana!

2) Peça para conhecer cases atendidos pela agência

O que a agência já fez? Será que vem conseguindo entregar os resultados esperados aos clientes?

Eis aí um item matador na hora de escolher quem vai fazer o trabalho para você. Procure conhecer os casos atendidos.

3) A agência precisa fazer, no mínimo, o básico

Pesquise se a empresa faz, pelo menos, o básico.

Imagine uma agência que fala muito sobre a necessidade de fazer marketing de conteúdo mas ela mesma não faz publicações relevantes regularmente. Não dá!

Eles só aparecem na sua vida uma vez por ano para saber se você precisa de algo?

Não é assim não, o maior beneficiário do que a agência oferece precisa ser ela mesma. Se a equipe não consegue fazer um bom inbound marketing com a própria agência, melhor desconsiderá-la.

4) Seja um investigador

Ninguém conhece mais um prestador do que o cliente. Se possível, entre em contato com empresas atendidas para saber como foi a experiência.

Entre no site das agências, veja como falam sobre o assunto. Veja se eles são relevantes na internet.

Confira se eles têm uma landing page agradável de navegar. Você é o cliente, como você está se sentindo enquanto vive a experiência? Leia os artigos que eles produzem, precisa ser coisa boa!

Essas são algumas dicas para escolher uma agência que pode lhe ajudar. Duvide de quem promete demais ou oferece kits completos que servem para tudo. Normalmente quem aparece com estratégias prontas não está muito disposto a ouvir.

Nossa experiência em marketing digital nos mostrou que cada caso atendido precisa de uma estratégia única. Cada caso é um caso, isso mais do que verdade.

Trabalhamos com singularidades, não com generalidades. Aquela agência que faz o “geralzão” dificilmente vai conseguir proporcionar os resultados que você espera para sua empresa.

Raio X do Marketing Digital

No que você deve prestar atenção ao contratar empresas de Inbound Marketing?
Avalie o post

Sobre o Autor

Redator Alaska
Redator Alaska

Este artigo foi redigido por um de nossos redatores certificados em marketing de conteúdo e inbound marketing.

VAMOS INVADIR SEU INBOX!

Os melhores hacks, ferramentas, dicas e novidades do Growth Hacking. Chega aí! 👇