Marketing data driven: como conseguimos 4x mais resultados com análise de dados

E se você pudesse quadruplicar a sua geração de leads qualificados e receita? Com o marketing data driven, ou seja, guiado por dados, isso é plenamente possível.

Esses resultados foram conquistados para um de nossos clientes, a OCA Solar Energia, por meio de planejamento de campanhas de mídia google e testes AB.

O critério norteador foi a análise constante das taxas de conversão de leads
— principalmente no que diz à respeito a otimização de landing pages (páginas de captura) e palavras-chave no google adwords.

Confira agora os detalhes das táticas realizadas.

A OCA Solar Energia

Antes de explicar sobre as campanhas, é importante entender o contexto do caso.

A OCA é uma empresa que atua no mercado de energia solar, vendendo cursos técnicos profissionalizantes voltados para quem quer atuar ou empreender na área de sistemas fotovoltaicos.

Os cursos acontecem de forma presencial, porém a captação dos alunos ocorre de forma 100% online por meio das nossas campanhas, landing pages e e-mail marketing — e então o time comercial da OCA efetiva a venda.

Ou seja, é um processo de vendas onde a lista de leads é proveniente de marketing de performance.

Marketing Data Driven e 4x mais resultados

A OCA contratou a Alaska para auxiliar na geração de leads, ou seja, na captação dos e-mails de potenciais alunos para prospecção.

No início da estratégia nós trabalhávamos com páginas mais simples com 8% de taxa de conversão de leads.

Significa que a cada 100 usuários que visitavam a página, 8 viravam leads.

O desafio inicial foi entender melhor o público da OCA e o comportamento desses usuários nessas landing pages: o que nós poderíamos fazer para melhorar essa taxa de conversão?

Então levantamos diversas hipóteses de melhorias para testarmos (para isso usamos algumas ferramentas de mapa de cliques, gravação de sessões e web analytics).

Por fim, surgiram tantas hipóteses que decidimos fazer uma nova versão dessa landing page, e então, testar em comparação com a página anterior.

Marketing Data Driven
Comparativo entre a landing page antiga e a nova versão

Lançamos um teste AB: metade do tráfego aterrissava na página original, enquanto a outra metade aterrissava na nossa nova landing page.

O resultado foi que a taxa saltou de 8% para 15% em conversão de leads.

Agora, considere que a OCA possui mais de um curso e está em mais de uma cidade: nós conseguimos aumentar a taxa de conversão de todas as landing pages para cada um desses casos.

O resultado de tudo isso foi um aumento de receita da empresa em até 4x num período em 12 meses.

receita oca

Bônus: o hack da lista semelhante

Pra finalizar esse blogpost com maestria, separei uma dica extra pra você.

Agora ficou claro que otimizar taxas de conversão é uma tática de marketing digital extremamente poderosa, certo? Porém jamais teríamos alcançado esses resultados sem analisar os dados e o comportamento dos usuários nas páginas da OCA.

É isso que resume o marketing data driven: analisar dados para identificar problemas e desenhar melhorias.

Ok. Ser guiado por dados é fundamental e ponto final.

Mas também tivemos uma sacada que ajudou bastante a aumentar o volume dos leads da OCA — uma vez que a nova landing page se mostrou efetiva.

A sacada (ou hack) foi que usamos uma função do google AD chamada “lista semelhante” (ou lookalike).

Ela funciona assim: nós exportamos uma lista com os dados de todas as vendas realizadas pela OCA nos últimos meses, e então, subimos essa lista no Google AD.

A partir daí o Google fez uma varredura na web e identificou esses usuários. E então fez a mágica acontecer.

O Google nos gerou uma nova audiência com milhões de usuários com o comportamento semelhante à lista original, ou seja, o comportamento de realizar um curso na área de energia solar.

Então subimos uma campanha complementar na rede de display para essa audiência.

O gráfico de baixo representa o desempenho da campanha de lista semelhante

O resultado foi que a campanha de lista semelhante hoje nos gera muitos leads por um custo mais econômico em comparação a campanha de keywords.

Massa demais, né? 😉

Espero que tenha gostado das dicas mostradas nesse blogpost!

Aproveite para baixar o nosso kit gratuito com 2 e-books que te ajudarão a gerar muitos leads com dicas para criar landing pages de alta conversão e campanhas no google AD.

marketing de performance

Marketing data driven: como conseguimos 4x mais resultados com análise de dados
10 votos (média de 4.7 estrelas)

Sobre o Autor

Guilherme Lacerda
Guilherme Lacerda

Diretor da Alaska Marketing Digital e blogueiro nas horas vagas.
Sou apaixonado por dados, inovação e tecnologia, o que me faz além de um entusiasta, um Growth Hacking por natureza. :)

VAMOS INVADIR SEU INBOX!

Os melhores hacks, ferramentas, dicas e novidades do Growth Hacking. Chega aí! 👇