13 mitos do marketing de conteúdo que você precisa esquecer

13 mitos do marketing de conteúdo que você precisa esquecer

Se você conhece ou já leu sobre marketing digital, sabe que a estratégia de marketing de conteúdo vem sendo amplamente utilizada pelas grandes marcas. Mas infelizmente existem muitos “achismos” por aí que podem destruir a sua estratégia, não obtendo resultado nenhum.

O marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é o famoso conteúdo produzido para informar, educar e criar uma relação com seu potencial consumidor. Por ele ser tão simples assim na hora da sua descrição, tem gente que acha que ele também é fácil no momento de executar.

Por isso, apenas pare tudo o que estiver fazendo, pois vamos apresentar agora os 13 mitos sobre o marketing de conteúdo que você precisa esquecer:

1. Eu tenho um blog, então eu faço marketing de conteúdo

Entenda que o blog é um canal extremamente importante para a estratégia de marketing de conteúdo. Mas ele por si só não basta. Existem diversos outros canais na internet onde você pode incluir na estratégia e não estamos falando apenas em posts nas redes sociais.

2. Dá licença, porque preciso falar da minha empresa

Esqueça a sua empresa na hora de fazer a estratégia. É preciso focar em apenas uma coisa no momento de criação e produção de conteúdo: a sua persona.

O marketing de conteúdo precisa focar nos problemas, dúvidas e curiosidades da sua persona e entregar de forma fácil e eficaz informações de utilidade para ela.

Para seus potenciais clientes se transformarem em clientes é preciso ser útil e transmitir credibilidade no assunto do seu nicho de mercado.

3. No marketing de conteúdo é só produzir conteúdo

Espera aí! Mesmo que você produza os melhores conteúdos do mundo, de nada vai adiantar se ninguém te encontrar. É por isso que a utilização de SEO é importantíssima dentro da estratégia de marketing de conteúdo.

Conteúdos focados em palavra-chave e em todas as outras práticas de SEO vai fazer sua marca ranquear bem o termo de busca no Google. O que isso significa? Que você vai começar a receber visitas que poderão ser convertidas em Leads.

4. Agora que eu sei estratégias de SEO, vou fazer marketing de conteúdo

Espera aí, de novo! Que o marketing de conteúdo pode ser melhor amigo do SEO é verdade, mas não quer dizer que dependa totalmente dele.

Como eu disse no tópico acima, o seu conteúdo deve estar sim otimizado para SEO. Porém ele precisa ter sido produzido pensando, acima de tudo, em que vai consumi-lo, ou seja, no usuário.

5. Marketing de conteúdo é Inbound Marketing

Algumas pessoas costumam confundir o marketing de conteúdo com o inbound marketing, e acabam achando que são a mesma coisa. De certa forma, eles possuem uma relação, mas estão longe de serem a mesma coisa.

O marketing de conteúdo é a produção de conteúdo relevante para atrair o público-alvo. O inbound marketing, como já falamos aqui, é uma estratégia que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-las. Além disso, ele está aliado a geração de leads, ou seja, transformar estranhos em contatos qualificados e depois em consumidores.

Portanto, o marketing de conteúdo pode ser considerado uma das estratégias do inbound marketing, mas não são a mesma coisa.

6. Usando marketing de conteúdo vou ter resultados rápidos

Educar usuários e transformá-los em clientes fiéis a sua marca é um grande caminho, pois precisa de um processo de estratégias. Portanto, uma das características do marketing de conteúdo são os resultados a médio e longo prazo.

7. Quem faz marketing de conteúdo são assessorias de imprensa

Assessoria de imprensa é um trabalho diferente de um produtor de conteúdo focado em marketing de conteúdo. As assessorias trabalham com criação de releases e relacionamento com os veículos de comunicação.

Lembrando que isso não impede nada de um assessor de imprensa criar conteúdo, porém as estratégias são diferentes. Lembra quando disse que marketing de conteúdo é sobre a sua persona e não sobre a sua marca?

A assessoria de imprensa é sim extremamente importante para a sua empresa, porém o trabalho é diferente do marketing de conteúdo.

8. O marketing de conteúdo pode ser automatizado

Alguns dos processos até podem, mas ele em si, não.

O marketing de conteúdo precisa ser realizado com estratégias de conteúdo, estratégia de mídias sociais e claro, a criação e produção de conteúdo.

9. Quanto mais conteúdo, mais resultado eu vou ter

Engano quem acha que marketing de conteúdo é quantidade. Não é nada disso. Mais vale um texto com as estratégias corretas e pensadas especialmente para a persona da sua marca, do que dez textos jogados num blog.

É claro que quanto mais posts você tiver num blog, mais chances você terá de ser encontrado nas plataformas de busca. Porém, não adianta nada você ter cinquenta textos sem relevância alguma.

10. Criar conteúdo sobre o que eu sei, pode ajudar a minha concorrência e acabar com a minha empresa

Nada disso. Se a sua marca cria conteúdo próprio e entrega conhecimento “grátis” para seus potenciais clientes, ela acaba criando duas coisas importantes: identificação e autoridade.

Isso quer dizer que sua marca vai se tornar referência no seu segmento, o que influenciará na decisão de compra da sua persona.

11. Não preciso criar conteúdo próprio, é só copiar de outros lugares

Achismo completamente errado e acima de tudo, antiético.

O Google considera essas práticas extremamente ruins. Quando você copia conteúdo de outros sites, o buscador mais queridinho da internet simplesmente desvaloriza o seu site e você jamais será encontrado nas pesquisas.

12. O marketing de conteúdo serve apenas para aumentar o tráfego do meu site

Também…. Mas considere o tráfego como uma métrica para analisar o seu desempenho durante os processos da estratégia. Mas dizer que ele é o único objetivo está errado.

Tenha em mente que educar os usuários, criar autoridade e assim, influenciar no momento da decisão de compra do cliente, são os principais objetivos do marketing de conteúdo.

13. Depois que crio um conteúdo é só divulgar ele em todos os meus canais do jeito que está

Se as redes sociais fossem todas iguais, existiria apenas uma. Concorda? Cada rede social que está na internet tem um objetivo e assim, públicos diferentes. Quem gosta de estar no Facebook não necessariamente quer estar no Instagram. E quem está no Instagram quer compartilhar e visualizar fotos, se quisessem escrever, estariam no Twitter ou no Medium. Compreende?

Então entenda que cada uma dessas mídias, tem a sua própria audiência e uma diferente abordagem de conteúdo. Não adianta divulgar o texto do seu blog no Facebook e no Snapchat da mesma forma.

mitos marketing de conteúdo

A dica de ouro!

Se podemos tirar uma dica especial de tudo isso, é que na internet devemos fazer uma soma de pequenas coisas. Já falamos disso, lembra? Pois é. Não é a quantidade do que fazemos, mas sim a qualidade de como fazemos.

Analise os dados dos seus usuários, entenda como eles se comportam e pelo que interessam. Otimizando os processos continuamente você sempre terá resultados satisfatórios, alinhados com o que sua persona deseja.

Portanto, não deixe que os mitos te abalem e mãos a obra.

Marketing de Conteúdo

Receba o vídeo "O que é Marketing de Conteúdo" gratuitamente!

Aprenda de vez o que é, como funciona e para que serve o Marketing de Conteúdo, em 5 minutos!
De um modo didático que você nunca viu antes. Preencha o formulário abaixo e receba em sua caixa de entrada.

Enviado com sucesso! Verifique suas caixas de e-mail para confirmar o recebimento. :)

Advertisement
Mariana Bueno

Publicitária, certificada em Inbound Marketing pela Resultados Digitais, especialista em estratégias digitais pela ESPM e fotógrafa no tempo livre. Delicadamente desastrada e baixinha com espaço gigante para os bons conteúdos e as boas cervejas da vida.