Como fazer teste AB e ser o mestre da performance digital

Será possível desenvolver conteúdos, landing pages ou e-mails perfeitos apenas a partir da criatividade? Em nossa opinião, um sonoro não.

Em outro post do blog nós falamos um pouco sobre a cultura de testes no marketing digital. E hoje vamos falar justamente sobre testes, acrescentando informações úteis para a implementação do teste a b.

Testar coisas novas é mais do que uma estratégia, é “O” caminho!

Mudar uma variável como a headline de um post, de um vídeo ou alterar/excluir imagens na apresentação do texto pode ter resultados inacreditáveis e imprevistos.

Isso mesmo, estamos falando de aumentos consideráveis de performance até nas taxas de conversão que já são altas. Depois de ler este artigo você vai perceber que quase tudo no marketing digital merece um teste.

Continue até o final e entenda melhor a questão.

teste ab

O que é um teste AB?

Basicamente o teste a/b é estratégia que consiste em dividir seu público em dois grupos.

Para cada um deles será apresentada uma versão de anúncio, e-mail, CTA (Call to action) ou landing page, por exemplo. A versão que tiver melhor performance é mantida, e a outra descartada.

Os testes a b podem ser usados para alcançar vários objetivos – confira neste vídeo bem-humorado como empresas e até políticos usam os testes a b e obtém resultados fantásticos.

Não podemos confundir o teste a b com os testes multivariados.

Estes testam diversas variáveis ao mesmo tempo, o teste a b testa apenas 1. A acurácia do teste a b se deve a esta característica, de ter apenas uma variável do conteúdo modificada e testada.

O resultado do teste a b ajuda nas campanhas de marketing das empresas. Mostra o que funciona melhor para o público que é o foco da campanha. Se aplicada correta e continuamente tende a multiplicar os resultados.

É o que a experiência tem mostrado em muitos casos.

Por que os testes A/B devem fazer parte da estratégia de marketing digital

Ao invés de ficar quebrando a cabeça em suposições sobre o que terá a melhor performance, é difícil acertar assim.

Por que não fazer testes e embasar as decisões estratégicas em fatos ao invés de suposições?

Escolher fatos e deixar de lado as opiniões fundadas apenas na expectativa, você faz um upgrade na forma como encara o seu marketing. A ideia é fazer uma abordagem mais técnica e com base em evidências sólidas.

Testar duas opções e verificar qual delas obteve melhor resposta traz algo mais tangível para aplicar em sua estratégia de marketing. Além disso, a partir de testes assim passamos a trabalhar com dados reais, ou seja, fatos.

O marketing digital trabalha com métricas que podem ser melhoradas a partir da aplicação de testes a b. Por meio dos testes é possível aumentar o número de acessos à página da empresa, melhorar a abertura de ofertas de produtos nas redes sociais, gerar mais leads entre outros benefícios.

teste ab

Aplicações do teste A/B

Algumas das aplicações do teste AB são:

  • Otimização de landing pages;
  • Teste de headlines (qual atrai maior volume de clicks?);
  • Descrição de produtos e ofertas (uma linguagem diferente pode ter melhor resultado);
  • Itens para preenchimento em formulários;
  • Testes entre newsletters e notícias avulsas por e-mail;
  • Anúncios em geral, tanto no Google AdWords quanto no Facebook e outras plataformas;
  • Testes de engajamento.

Isso para citar alguns. Como você viu no vídeo acima, as possibilidades são praticamente infinitas.

Como conduzir um teste A/B de sucesso

Não adianta fazer as coisas de qualquer jeito e na correria. O planejamento é sempre bem-vindo.

Os passos abaixo dão um norte para conduzir um teste a b.

1) Faça uso de ferramentas desenvolvidas especificamente para este fim

Fazer testes a b, atualmente, é mais acessível do que você imagina. Com uma gama de ferramentas que não só ajudam, mas quase fazem boa parte do trabalho, não é tão difícil começar.

Entre as ferramentas de teste a b mais utilizadas está o Google Analytics. Basta se inscrever e adicionar o código de acompanhamento nas páginas que desejar e pronto, os dados estarão disponíveis em sua página do Google Analytics. E o melhor de tudo: é grátis!

Existem, é claro, outras ferramentas que darão conta do trabalho. O Optimizely é uma delas, mas é pago.

teste a b

2) Esteja atento ao número da amostra

Para que um teste ab seja relevante é preciso que ele tenha significância estatística.

Ou seja, que tenha uma amostra minimamente viável. E isso requer tráfego suficiente, um bom número de pessoas que acessem o conteúdo, uma lista grande de e-mails e etc.

Por isso é tão importante que a sua estratégia de marketing digital esteja funcionando bem. Pois é a partir de uma estratégia bem-feita, e em andamento, que o teste a b poderá ser usado para otimizações.

Duas ferramentas importantes que queremos apresentar são a Kissmetrics e a Calculadora de Testes da Resultados Digitais.

Elas ajudam a verificar a significância estatística que vai orientar a realização do seu teste a b.

3) Elabore as versões

As letras A e B indicam nada mais que duas opções. Por exemplo:

  1. Blogpost com GIFs (original)
  2. Blogpost sem GIFs (versão alternativa)

O teste vai verificar qual delas tem o melhor desempenho.

Outro exemplo:

  1. Botão call-to-action no final da página (original)
  2. Botão call-to-action no canto superior direito (versão alternativa)

Crie uma versão alternativa do que você quer testar. Lembre-se de que é imprescindível fazer apenas uma alteração. Se não for assim fica impossível descobrir o que, exatamente, fez diferença.

4) Aplique o teste

A aplicação depende da ferramenta que você vai utilizar. Mas, como foi dito no primeiro tópico do post, 50% do público terá acesso a uma versão e 50% à versão alternativa. É um processo simples, basta disponibilizar as duas versões e deixar o público interagir.

Há inclusive ferramentas que podem ajudar fazendo a implementação da melhor versão automaticamente, com base nos resultados do teste.

Isso torna o processo mais dinâmico e rápido. Favorecendo a que novos testes sejam feitos no futuro com outras variáveis.

5) Aguarde pelos resultados

Não adianta ficar conferindo as métricas a cada 5 minutos. Deixe a coisa “cozinhar” bem; só depois é que vem a aferição do resultado do teste.

Os resultados podem vir em horas… dias… e dependendo do caso até semanas.

testes ab rapido
Neste teste que fizemos para a Conquer, os resultados foram muito rápidos.

Para os e-mails costuma ser mais rápido. Isso porque a maioria das pessoas verifica o e-mail constantemente ou pelo menos diariamente. Mesmo assim estamos falando de pelos menos 3 a 4 horas.

Você pode fazer testes a b com ferramentas de e-mail marketing como o Mail Chimp e o AWeber. Elas já possuem os recursos para aplicação do teste!

Resultados inconclusivos podem aparecer sim. O que é um bom sinal, significa que a variável testada não tem relevância para o público alvo do teste. Isso é uma indicação de que é hora de testar outras variáveis.

6) Repita o processo!

Existem muitas empresas perdendo grandes oportunidades por acreditar que seu site ou sua plataforma já estão no “estado da arte”. Ledo engano. A coisa não termina por aí não.

Realizando teste ab continuamente é possível trabalhar o refinamento do site, do conteúdo, do blog post e etc. Via de regra, cada vez que o teste é aplicado a performance aumenta.

Nada é tão bom que não possa melhorar, não é verdade?

A tecnologia muda, e as pessoas também. Isso significa que é preciso estar em busca das novidades e das novas formas de relação das pessoas com o universo digital.

O maior benefício do teste ab está na aquisição do hábito de testar novas possibilidades. A aplicação contínua da ferramenta contribui na medida em que é aplicada corretamente e dentro de uma metodologia adequada para cada objetivo. Estratégias como esta precisam ser aplicadas constantemente para garantir a presença digital da sua empresa e melhorar sua performance online.

Gostou do post de hoje? Nós aqui da Alaska somos especialistas em testes ab e em outras técnicas comprovadas que trazem melhores resultados para o seu negócio.

Quer saber mais? Entre em contato com a gente!

Growth Marketing

Como fazer teste AB e ser o mestre da performance digital
4 votos (média de 4.8 estrelas)

Sobre o Autor

Redator Alaska
Redator Alaska

Este artigo foi redigido por um de nossos redatores certificados em marketing de conteúdo e inbound marketing.

VAMOS INVADIR SEU INBOX!

Os melhores hacks, ferramentas, dicas e novidades do Growth Hacking. Chega aí! 👇